Posts com Tag ‘destruição’

Muitos já morreram em defesa da floresta e dos homens, inclusive no Brasil: Chico Mendes, Dorothy Stang... Nesta semana, entre o final de maio e o início de junho de 2011, mais quatro brasileiros foram assassinados na Região Norte do Brasil, dentre eles o casal de ambientalistas José Cláudio Ribeiro da Silva e Maria do Espírito Santo.

As florestas estão morrendo e com elas, os homens também!

Até quando ficaremos cegos, surdos, calados e inertes? Que estas mortes não tenham sido em vão!

Acompanho os posts do Instituto Akatu e fiquei sabendo do vídeo Florestas e Homens, que você pode assistir abaixo, filme oficial do Ano Internacional das Florestas, dirigido por Yann Arthus-Bertrand, mesmo da série La Terre Vue du Ciel (La Tierra vista desde el cielo), este último um documentário excepcional, que recomendo a todos os interessados em meio ambiente, sustentabilidade, vida e humanidade, embora eu ainda não o tenha encontrado no Brasil.

Porém, antes do filme e para reflexão, reproduzo abaixo um fragmento de texto (veja observação ao final):

“[…]

Na primeira noite eles se aproximam
e roubam uma flor
do nosso jardim.
E não dizemos nada.
Na segunda noite, já não se escondem;
pisam as flores,
matam nosso cão,
e não dizemos nada.
Até que um dia,
o mais frágil deles
entra sozinho em nossa casa,
rouba-nos a luz, e,
conhecendo nosso medo,
arranca-nos a voz da garganta.
E já não podemos dizer nada.

[…]”

O texto original, que você pode encontrar no link abaixo, é de

EDUARDO ALVES DA COSTA
Niterói, RJ, 1936

(Por muitos atribuído ora a Bertolt Brecht, ora a Maiakóvski, na realidade é diferente e teve o título original  cunhado por um brasileiro, segundo o sítio http://www.umacoisaeoutra.com.br/literatura/falsos.htm)

Assista ao vídeo:

Veja mais sobre o assunto em:

A sustentabilidade é incompatível com o supérfluo

Anúncios

A revista Correio Filatélico – COFI (Ano XXXIII, nº 219, outubro a dezembro de 2010) publicou como sua matéria principal a emissão de quatro selos sobre estes animais da ordem Chiroptera, os quais são encontrados em todo o mundo, exceto nas regiões polares.

Existem morcegos cujos pesos variam entre 3g e 1,5kg. Suas dietas são bastante variadas, incluindo vegetais, animais e o sangue, no caso das poucas espécies de morcegos hematófagos existentes.

O artigo menciona a existência de mitos, lendas e crendices ligando os morcegos ao mal, criando um ambiente de horror, mistério e medo quanto à sua presença. Por isso, houve caça e destruição indiscriminada de morcegos. Mas é exatamente o oposto o que se pretende mostrar. Além disso, este não é o único mito prejudicial aos animais e ao meio ambiente. Citamos o exemplo dos tubarões, muitas vezes perseguidos e caçados por serem considerados “inimigos” dos seres humanos.

Os morcegos são úteis à agricultura, por combaterem as pragas, pois sabe-se que 70% das espécies de morcegos se alimentam de insetos. Já os morcegos frugívoros ajudam a dispersar as sementes de vegetais que irão garantir a preservação de inúmeras espécies. Sem falar que estes animais são um elo indispensável na cadeia alimentar: sem eles, todas as outras espécies correrão sérios riscos. Além disso, os morcegos são muito úteis às pesquisas médicas, cujos resultados beneficiarão a espécie humana.

Enfim, os morcegos são essenciais ao equilíbrio ambiental!

Mas as atividades humanas e a destruição do meio ambiente ameaçam os morcegos e todos nós: o desmatamento com o avanço das fronteiras agrícolas reduzem ou eliminam o abrigo e alimento dos morcegos e a exploração de minérios destrói seus abrigos, incluindo as cavernas.

É um alerta para refletirmos sobre como e com que intensidade exploramos os recursos naturais.

E é por tudo isso que não só o Brasil, mas também outros países emitiram selos sobre morcegos, dentro de uma política com o objetivo de esclarecer a importância dessas espécies animais e contribuir para a conservação dos recursos naturais. E, conseqüentemente, ajudar a preservar o meio ambiente.

Parabéns aos Correios, aos artistas plásticos e aos filatelistas, todos unidos à causa da preservação ambiental!

Veja também:

Correio lança selo “morcegos”

Selos retratam espécies brasileiras de morcegos